Dandara - Quinta mulher homegeada pelo Grupo Alvorecer

Dandara é a quinta homenageada no espetáculo Nós Dançamos Elas pelo grupo das Iluminetes. 

A aluna Ulla, com a colaboração da aluna Elane, escreveu: 

“Uma mulher guerreira que viveu na época colonial e lutou junto com seu marido, Zumbi dos Palmares, para libertar os negros e negras da escravidão, no século XVII, na região de Alagoas. Não se sabe se Dandara nasceu no Brasil ou no continente africano, mas teria se juntado ainda menina ao grupo de negros rebeldes que desafiaram o sistema colonial escravista por quase um século. Essa personagem teve três filhos, e por ser negra e escrava não se encaixava nos padrões de gênero que ainda hoje são impostos às mulheres. É exatamente por essa marca do machismo que Dandara não é reconhecida e nem estudada. A maior parte da sua história é envolta de um grande mistério. Dandara suicidou-se ( jogou-se de uma pedreira ao abismo) depois de presa, em 06 de Fevereiro de 1696, para não retornar à condição de escrava. Dandara é a mais representativa liderança feminina na República dos Palmares e não se omitia diante das represálias. Nossa homenagem a ela e todas as outras mulheres que lutaram e lutam por liberdade!"

 

Comentários

    Nenhum comentário! Seja o primeiro, preencha o formulário abaixo!

Deixe seu comentário! Os comentários serão moderados antes de serem publicados.

Blogs Parceiros