Eliza Cor de Rosa

Câncer de Mama. Por que não eu?

Conheci Elisa no nosso Clube de Rotary em Jequié. Ela encanta a todos que a conhece e não foi diferente comigo. Tem um sorriso largo, um rosto expressivo e uma vitalidade contagiante.

Em determinado momento, nossa amiga teve que se afastar. Foi cuidar da saúde por causa da descoberta de um câncer de mama. Isso não foi o bastante para desencorajá-la. Seguiu confiante, forte e de bem com a vida.

Uma mulher inspiradora que nos deixa abaixo a sua história.

"O Instituto Se Toque (institutosetoque.org.br) divulgou em 2016, durante o Outubro Rosa um pequeno vídeo que roda as Redes Sociais nos últimos dias e que, oportunamente exibimos aqui.

Aceitei o convite da amiga Wilma e pegando o raciocínio da peça publicitária, vou contar para vocês, mulheres principalmente, minha vivência em relação ao assunto.

Nunca ganhei na loteria, até mesmo porque essa façanha seria difícil, visto que não jogo! Não tenho esse medo todo de acidentes aéreos, mas confesso que costumo mesmo me agarrar ao assento nas horas da decolagem e aterrissagem.

Fui agraciada com dois filhos, lindos e saudáveis, porém nenhum deles é gênio, e o mesmo acontece com um neto igualmente lindo: o QI é normalíssimo.

De raios eu corro.  Graças a Deus nunca fui atingida.

Mas o câncer de mama... Ah, esse me pegou!  Assim como pode pegar qualquer uma: nossas avós, mães, filhas, irmãs, amigas, vizinhas, conhecidas e desconhecidas.  A probabilidade é muito grande.

Foi difícil aceitar que passava a fazer parte dessa estatística. Não estava em um avião, mas senti o mesmo “frio na barriga”, aquele do “medinho” na hora de decolar e aterrissar. Foi quase como ser atingida por um raio, embora as chances de isso acontecer sejam infinitamente menores.

Bem. Passado o susto e o medo iniciais, olhei para um lado, olhei para o outro e me disse:

Se situa criatura! Você é uma entre dez. Igual a elas em tudo que as torna “mulheres”, por quais motivos então, acharia não adequado, justo, correto, direito, etc e tal, ser você a escolhida?  Não tive respostas coerentes.

Resolvi inverter a equação e refiz a questão: aí me perguntei, inúmeras vezes, repetidamente, como se fosse um “mantra”:

“Por que não eu?”

“Por que não eu?”

“Por que não eu?”

Só que não era a música do Kid Abelha! Era vida real gente!

Pensei e repensei, e a partir das respostas a essa pergunta encontrei o caminho a seguir para o enfrentamento. Em todas elas, lá estava a lógica divina:

• Eu sim, pois tenho fé.

• Eu sim, pois tenho o amor dos meus.

• Eu sim, pois tenho condições de me tratar. 

• Eu sim, pois tenho coragem.

• Eu sim, pois meu diagnóstico foi precoce.

• Eu sim, pois tenho muito ainda o que aprender.

• Eu sim, porque amo a vida.

Eu sim, por muitos e muitos motivos que a mim não cabia entender, pelo menos naquele momento (quem sabe um dia?), mas tão somente aceitar.

Minhas decisões e ações foram então impulsionadas e sustentadas primeiramente pela FÉ em Deus, e depois pelo amor da família e dos amigos. E a cada dia me sinto cada vez mais abençoada pelo Divino.

Iniciei o tratamento com a cirurgia de retirada do tumor. A quimioterapia veio em seguida. Atualmente faço radioterapia e hormonioterapia. É um processo longo, mas que passa rápido, e não sobra tempo para pensar asneiras. Exceto na “cura”.

Não escondi a doença em momento algum, embora sinta na pele o preconceito que ainda existe sobre ela, inclusive de muitas mulheres. Isso é triste e precisa mudar!

O câncer hoje é um problema de saúde pública. As estatísticas não negam. Para o biênio 2018/2019 esperam-se 600 mil novos casos em cada ano. Desse total 60 mil novos casos/ano serão de câncer de mama. Os fatores de risco se alteram. Os maus hábitos da vida contemporânea estão entre eles, agravando a estatística principalmente para o câncer infanto-juvenil.

Felizmente a ciência avançou. A cura em alguns casos, e o câncer de mama é um deles - desde que diagnosticado precocemente -  chega a 95%.

Daí a importância de nos cuidarmos através do auto- exame e da mamografia anual.

Se toquem! Se cuidem! Se amem!

Mas se assim como a mim o câncer de mama lhe escolher, não se desespere. Faça ao seu coração as perguntas certas. Ouça as respostas e siga as orientações de seu médico. Câncer de mama tem cura e ela começa em você, com sua Fé!

 

Abraços afetuosos para as Amigas do Peito

 "Eliza”

 

 

 

 





Comentários
  • TERESA RAQUEL DE OLIVEIRA FERREIRA

    Que lindo Eliza!! Você é demais! Orgulho de ser sua amiga! Beijos

    • Wilma Stock

      Uma mulher encantadora. Exemplo e inspiração.

  • Rafaella Cedro Stock

    Nossa! Que depoimento mais lindo. Uma verdadeira liçao de como enfrentar de peito aberto os desafios que a vida traz. Muita luz, Eliza.

    • Wilma Stock

      Realmente, Rafa. Eliza é um exemplo e uma inspiração.

  • Zirlandia

    Eliza, você é uma pessoa muito especial. Deus abençoe vc e sua família!

  • Zirlandia

    Eliza, você é uma pessoa muito especial. Deus abençoe vc e sua família!

    • Wilma Stock

      É verdade, amiga. um privilégio ser amiga de Eliza.

  • Angela Maria Duarte Britto

    Amiga Eliza vc é o grande exemplo de superação, fé, coragem e determinação...além de ser im exemplo para todas as mulheres. Deus na sua infinita bondade continue lhe abençoando. Orgulho de ter uma amiga como vc que não nego fôgo Parabéns pela pessoa que vc é. Meu carinhoso abraço cheio de carinho e admiração sempre.

    • Wilma Stock

      Ângela, obrigada por interagir no blog coisasdewilma. Eliza é fonte de inspiração para todas as mulheres. É um privilégio tê-la como amiga. Bjs

  • Amiga... vc é um exemplo de superação, força, fé e coragem...meu afetuoso abraço cheio de carinho e admiração.

  • Elisângela Pedroso Silva

    Companheira, guerreira, lindo depoimento, você e guerreira escolhida por Deus. Que o senhor te ilumine na sua caminhada!

    • Wilma Stock

      Concordo planamente, amiga. É um privilégio ter Eliza como amiga. bjs

  • Jorcy de Oliveira Filho

    Minha amada irmã, te admiro muito, todo esse alto astral, essa garra, coragem e uma forma otimista de enfrentar as adversidades da vida. Que Deus lhe abençoe sempre. Um grande abraço e beijos do seu irmão Jorcy.

    • Wilma Stock

      Verdade! um exemplo a ser seguido. É um privilégio ter Eliza como amiga. bjs

  • Stela

    Minha sobrinha linda e querida, já está curada pois minhas preces não foram em vão Jesus nunca deixa de atender meus pedidos, eu te amo minha linda, da uma forma incomensurável bjs bjs bjs

    • Wilma Stock

      Fé a cima de tudo. Eliza é uma vencedora. bjs

Deixe seu comentário