“Verás que um filho teu não foge à luta”

Não podemos deixar de refletir sobre o nosso 7 de setembro – Independência do Brasil do Império Português. Mas aqui, quero refletir sobre uma das frases do nosso hino nacional – Verás que um filho teu não foge à luta - esta é a frase que mais me impacta. Ela afirma uma decisão do povo brasileiro que não fugirá da luta pelo seu país. Em mim, ela me provoca em vários sentidos, muito mais amplo e profundo. O não fugir às suas lutas mais intrínseca e particular de cada ser humano, principalmente das mulheres.

Infelizmente, as mulheres ainda ganham salários menores que os homens e, há discriminações quanto à sua capacidade no mercado de trabalho, na política, inferioridade nos direitos nas relações, dentre tantas outras. Este é o nosso desafio de cada dia. Apesar das dificuldades, muitas mulheres não desistiram dos seus ideais. Lutaram e venceram. Lutaram por liberdade. A exemplo de Anésia Cauaçu, Maria Felipa, Dandara, Dona Beja, Chiquinha Gonzaga, Malala, e tantas outras que o Grupo de Dança Alvorecer homenageou no seu espetáculo em 2018.

Outro exemplo de mulher guerreira que não abriu mão de sua luta foi a nossa querida Irmã Dulce. Lutou pelos pobres e dedicou sua vida para servir. Hoje reconhecida e elevada ao posto mais alto da Igreja Católica que é a sua canonização no próximo dia 13 de outubro.

E você? Luta por seus ideais e sua indepedência?  

Comentários

    Nenhum comentário! Seja o primeiro, preencha o formulário abaixo!

Deixe seu comentário! Os comentários serão moderados antes de serem publicados.

Blogs Parceiros